Como é o estilo de vida de um milionário no Brasil e a importância da inteligência financeira

Como seria o estilo de vida de milionário no Brasil? Essa pessoa viveria em uma mansão? Teria iate? Andaria em carrões conversíveis? Tomaria champanhe de manhã, de tarde e de noite? Ter um milhão de reais caracteriza uma pessoa como milionária?


No artigo de hoje, explicarei se faz sentido esta visão que muitas pessoas têm da vida de um milionário, e se é possível renunciar à inteligência financeira quando alguém alcança este importante patamar em sua vida.


O número mágico para ser um milionário

Vários autores ao redor do mundo definem como milionária a pessoa que tem 1 milhão de dólares em patrimônio com um bom grau de liquidez. Neste caso, não considera-se a previdência ou o imóvel utilizado como moradia.


Aplicando este conceito à realidade brasileira, a mesma pessoa precisaria de um patrimônio em torno de R$ 5 milhões para manter sua casa de maneira confortável, fazer uma viagem sem grandes luxos uma vez por ano e ter uma certa tranquilidade em relação a imprevistos financeiros. Este montante teoricamente traria um certo grau de conforto para o resto da vida, mas é necessário tomar os devidos cuidados. Qualquer decisão mal embasada pode fazer com que esta segurança vá pelos ares.


Às vezes, este “milionário” exagera no valor da compra de um carro, na celebração de uma data importante ou na decoração da casa. Dessa forma, perde o patrimônio total ou parcialmente. Se a pessoa perder 20% de R$ 5 milhões, ela perderá o equilíbrio financeiro que tinha conquistado.


Portanto, em termos conceituais, quem possui US$ 1 milhão em patrimônio com liquidez pode receber o título de milionário. No entanto, vale ressaltar que ele não deve se comportar como um milionário caricato de filme, que não liga para os preços ao fazer uma compra. Se fizer isso, deixará de ser milionário e perderá o equilíbrio financeiro muito rapidamente.


Para ter uma vida com mais liberdade de escolha, são necessários pelo menos 8 dígitos na sua conta de investimentos, um patrimônio maior que R$ 10 milhões. Sendo bem sincero, para ter total independência, o ideal seria ter este valor em dólares e não em reais.


Será que uma pessoa alcança a independência financeira nos dias de hoje com R$ 1 milhão investidos?

Talvez sim, se viver em um lugar com custo de vida relativamente baixo e adotar um estilo de vida menos dependente de itens de conforto e principalmente de segurança, que custa muito caro no Brasil. Neste caso, talvez com R$ 1 milhão bem investidos você tenha uma perpetuidade em ganhos que, complementados com o INSS no futuro, na sua aposentadoria, te tragam uma qualidade de vida muito interessante.


Este patrimônio certamente não traz, para uma pessoa que vive numa grande cidade brasileira, a possibilidade de um alto nível de conforto vitalício. No entanto, para qualquer pessoa que está buscando a independência financeira, essa marca dos 7 dígitos é muito importante.


Quer saber algumas dicas sobre como alcançar o primeiro milhão? Assista ao vídeo abaixo!


Conclusão

Na prática, é desejável, sim, que você busque prosperidade e independência financeira. Afinal, isso te torna uma pessoa mais produtiva, fazendo com que a riqueza atraia mais riqueza.


No entanto, a conquista do primeiro milhão de reais não proporcionará uma vida extravagante como muitos “milionários” apresentam em suas redes sociais. O primeiro milhão é, na verdade, um propulsor para você aumentar ainda mais seu patrimônio e, assim, conquistar sua liberdade e independência financeira.


Sucesso em suas escolhas!



O conteúdo disposto neste artigo foi originalmente publicado no blog do BTG Pactual Digital, sendo toda a responsabilidade, direitos autorais e crédito devido a seus autores.