Investir em ações: 6 Dicas para começar sem medo!

Quem quer rentabilizar a carteira e ter possibilidades de ganhos maiores — especialmente no longo prazo — precisa saber como investir em ações. Esse tipo de investimento tem se tornado cada vez mais popular entre os investidores que buscam alternativas mais atrativas do que a renda fixa.


No entanto, é preciso dizer que existem riscos ao investir em ações e eles devem ser considerados. Os investimentos seguros continuam tendo importância em uma estratégia de investimentos. Caso queira arriscar mais em busca de maiores rentabilidades, é importante entender a dinâmica do mercado.


Neste artigo, você entenderá como perder o medo de investir em ações com 6 dicas simples. Vamos lá?


O que é e como funciona o mercado de ações?

Para começar, vamos entender mais sobre o mercado de Ações. Ele é o ambiente de negociação em que os investidores realizam a compra e a venda de ativos de empresas de capital aberto. As operações acontecem por meio da bolsa de valores.


O mercado financeiro e o mercado de capitais se movimentam de acordo com diversos fatores, como mudanças econômicas, políticas, empresariais etc. Tanto questões nacionais quanto em outros países provocam reações na bolsa de valores.


Entre as principais características do mercado de ações estão o risco e a alta volatilidade. Como consequência, existem momentos de altos e baixos nesse mercado. Mas, com conhecimento e estratégia, é possível manter o risco controlado e buscar boas rentabilidades. Se quiser saber mais sobre volatilidade, clique aqui e acesse o nosso conteúdo sobre o tema.


Portanto, é fundamental avaliar o contexto econômico, o histórico da empresa e o desempenho dela na bolsa antes de começar a investir. Também é importante lembrar que resultados positivos no passado não garantem lucros futuros.


Por fim, vale destacar que não são apenas as ações que são negociadas na bolsa de valores. É possível investir, por exemplo, em Fundos Imobiliários (FIIs), Exchange Traded Funds (ETFs), além de operar com derivativos no mercado futuro.


Saiba mais em: Mercado de Ações: o que é, como funciona, como investir e vantagens


6 dicas para começar a investir em ações

Agora que você sabe um pouco mais sobre como investir em ações e o funcionamento do mercado, pode conferir as 6 dicas que preparamos para começar.


Acompanhe!


1. Conheça o mercado e suas alternativas

Já apresentamos um pouco sobre o mercado de ações. Entendê-lo é o primeiro passo que qualquer investidor deve dar antes de investir. Seus investimentos são feitos diretamente na bolsa de valores por meio da plataforma de investimento disponibilizada por um banco de investimentos.


Para comprar uma ação com mais segurança, é válido pesquisar e estudar o ativo. Se você não tem muito tempo para fazer as análises necessárias, existe a opção de investir em fundos de ações ou em ETFs. As alternativas têm a vantagem de contar com o trabalho de gestores.


2. Analise seu perfil e seus objetivos

Existem possibilidades para investir ações de acordo com diversos perfis e objetivos, tanto de investimento quanto de especulação. Então, você deve analisar qual é a sua tolerância ao risco e quais são as suas expectativas em curto, médio e longo prazo.


Devido à volatilidade das ações, o investimento é mais indicado para perfis moderados e arrojados. Isso também faz com que elas sejam mais adequadas para o longo prazo, caso você não queira se expor tanto.


O motivo é que, mesmo com variações no curto prazo, empresas com bons fundamentos tendem a recuperar seu crescimento e ter resultados positivos no futuro.


3. Tenha uma estratégia clara

Quem investe em ações com foco no longo prazo tem basicamente duas formas de rentabilizar com o investimento. É possível lucrar, por exemplo, com a valorização do preço dos papéis ao longo do tempo.


Outra possibilidade é investir visando receber dividendos. Eles são parte dos lucros das empresas que pode ser distribuída aos acionistas.


A distribuição de dividendos é obrigatória no Brasil, mas eles são pagos de acordo com regras próprias das companhias. Assim, o percentual e a frequência da distribuição dependem do que estiver registrado no estatuto da empresa.


Leia também: O que são dividendos e como ganhar dinheiro com eles?


4. Faça uma análise de fundamentos

A análise de fundamentos é a mais utilizada por investidores de longo prazo. Ela ajuda a escolher a ação para investir e pode indicar os melhores momentos para comprar e vender os ativos.


Em geral, quem faz essa avaliação quer se tornar sócio de boas empresas e montar uma carteira de investimentos sólida. Logo, com potencial para dar resultados consistentes em um grande intervalo de tempo.


A análise fundamentalista serve para entender a situação econômica, financeira e mercadológica de uma companhia. A partir de um estudo mais aprofundado, o investidor pode traçar um perfil completo da empresa e do ativo, visando estabelecer projeções. Saiba mais sobre o tema no vídeo a seguir:



5. Tenha constância nos aportes

Ter disciplina e constância nos aportes é fundamental para ter sucesso nos investimentos. Aplicar dinheiro frequentemente é uma estratégia muito usada por quem busca concretizar seus objetivos. Afinal, a prática aumenta o seu patrimônio.


Ao fazer aportes constantes, você pode avaliar as melhores ações e montar uma carteira diversificada. Essa atitude também permite alcançar a melhor relação entre risco e retorno, de acordo com a sua tolerância às variações da bolsa.


Mensalmente, nossos analistas do time de research mais premiado do país, divulgam a carteira recomendada de ações com as melhores oportunidades do mês. Acesse aqui a carteira recomendada gratuitamente.


6. Estude sempre sobre o assunto

Como vimos, o mercado financeiro tem diversas características que podem tornar o investimento em ações vantajoso. Contudo, a bolsa de valores é influenciada por fatores que podem levar à queda — e todo investidor precisa estar preparado para as possíveis perdas e ganhos.


Portanto, você deve seguir sempre aprendendo sobre o assunto. Por exemplo, por meio de cursos, vídeos, grupos de estudo, entre outros. Acompanhe as notícias sobre o mercado financeiro e lembre-se de que investir em conhecimento é importante em qualquer área. E este investimento não precisa ser em dinheiro. Aqui no #BlogBTG e também em nosso canal do YouTube temos diversos conteúdos que podem ser fundamentais em sua jornada de aprendizado.


Quanto mais você estuda, melhor pode ficar a sua estratégia de investimento. Assim, é possível diluir os riscos e aumentar as chances de ter resultados positivos na bolsa.


Com a queda na taxa de juros, o mercado de renda variável está ganhando cada vez mais espaço entre os investidores. Mas, para perder o medo de investir na bolsa, você deve entender como investir em Ações e saber como funciona a dinâmica do mercado!


Conte com o BTG Pactual digital nessa jornada! Continue acompanhando nossos conteúdos e aproveite para ler também nosso Guia completo de renda variável e saiba tudo sobre este universo de possibilidades.



O conteúdo disposto neste artigo foi originalmente publicado no blog do BTG Pactual Digital, sendo toda a responsabilidade, direitos autorais e crédito devido a seus autores.