Selic cai a 3,00%, menor nível da história


O Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu nesta quarta-feira (6) cortar a Selic em 0,75 ponto percentual, para 3% ao ano, a menor taxa básica de juros da história. Esta foi a sétima redução seguida na taxa básica de juros e apesar de não ser exatamente uma surpresa, não era a expectativa da maioria dos analistas. Apenas sete dos 30 especialistas consultados pela Bloomberg projetaram um corte desta magnitude, enquanto 22 apontavam para 0,50 p.p. de redução.


No comunicado, o Banco Central destacou que ainda considera mais um corte de juros em sua próxima reunião, em junho, mas “não maior do que o atual”. Segundo a autoridade, reduzir mais a Selic é uma forma de complementar o grau de estímulo necessário como reação às consequências econômicas da pandemia da Covid-19. Com essa queda, a poupança passará a render 2,10% ao ano e e 0,175% ao mês, contra uma rentabilidade líquida de 2,48% ao ano e 0,20% ao mês de um investimento que renda 100% do CDI.