Opções Binárias: o que são e como funcionam?


O mercado financeiro oferece alternativas muito diversas aos investidores. E, às vezes, pode ficar difícil entender todas as possibilidades – especialmente em relação às opções que não são regulamentadas no Brasil. É o caso das Opções Binárias.


Elas têm um funcionamento bastante específico e demandam muita atenção de quem está considerando operar. Você já conhece seu funcionamento e os riscos destas operações? É importante ponderá-los antes de decidir se as Opções Binárias fazem sentido para você.


E nós podemos lhe ajudar nesta tarefa! Confira a seguir as principais informações que precisa saber para entender o que são e como funcionam as Opções Binárias!


O que são as Opções Binárias?


Em primeiro lugar, é importante esclarecer que as Opções Binárias não são um tipo de investimento. Ou seja, não há compra ou venda de algum ativo (como acontece com as ações ou títulos de renda fixa, por exemplo).


Na verdade, as operações com Opções Binárias são de especulação – e não acontecem na bolsa de valores. Elas são um instrumento financeiro utilizado por quem deseja buscar ganhos de curto prazo a partir da trajetória de preços no mercado.


Também é importante diferenciá-las de outras atividades de especulação — como as operações com ações ou derivativos na bolsa. No caso, as Opções Binárias envolvem a previsão sobre o preço de um ativo. Ele pode ser ações, índices de ações, pares de moedas, commodities, entre outros.


Não é realizado nenhum tipo de operação que derive desses ativos. O foco das Opções Binárias está em tentar prever o comportamento do seu preço. Por exemplo, o especulador aporta dinheiro pensando na alta de determinado índice.


Se o mercado acompanhar a previsão, o resultado da operação é positivo e há ganho. Se o contrário acontecer, ou seja, o preço do índice diminuir, a situação é de prejuízo. Não é preciso avaliar o percentual de variação do preço ou o volume de negócios, apenas a subida ou descida.


Inclusive, o nome Opções Binárias faz referência à existência de apenas duas alternativas: a perda ou o ganho. Elas também podem ser conhecidas como Opções Digitais ou Opções de retorno fixo — por causado do funcionamento da sua rentabilidade, como você verá a seguir.


Como elas funcionam?


Provavelmente, as Opções Binárias são diferentes de muitos investimentos ou possibilidades de especulação que você conhece, certo? Então, vale a pena entender melhor os detalhes de como funcionam.


Confira a seguir!


Elementos das Opções Binárias


Quem opera com Opções Binárias parte de três elementos principais: o ativo que servirá como referência, o tempo de duração da operação e a direção do preço. Ou seja, a pessoa aposta em determinado movimento de alta ou baixa de um ativo em um dado período de tempo.


Se o especulador analisa o mercado e considera a probabilidade do preço do ativo subir, ele aposta na direção higher (valorização). Se o entendimento dele é que o mercado apresentará queda naquele ativo, a direção é de lower (desvalorização).


Normalmente, estas alternativas se apresentam como call (aposta na tendência de alta) ou put (aposta na tendência de queda) de um ativo.


Rentabilidade


A rentabilidade das Opções Binárias é conquistada quando o mercado se direciona para o movimento que foi previsto na aposta. Logo, se o ativo realmente subir ou descer, o especulador tem seu ganho.


Contudo, há uma particularidade importante em relação aos resultados das Opções Binárias. A rentabilidade funciona a partir de um valor fixo. Cada opção já traz um percentual que será pago, caso a aposta esteja certa.


O valor pode variar entre 70% e 90%, a depender das características da Opção Binária – e da plataforma utilizada para a operação. Assim, se a previsão estiver certa, é possível lucrar isso. Por outro lado, todo o valor aportado é perdido se ela estiver errada.


Leia também: Liquidez, segurança e rentabilidade: o tripé dos investimentos


Prazos


Em relação aos prazos, as atividades de especulação com Opções Binárias costumam ser muito rápidas. Elas duram, em sua maioria, poucos segundos ou minutos. Em geral, costumam acontecer em, no máximo, 60 minutos.


Quais são os riscos das Opções Binárias?


Depois de entender mais detalhes sobre como funcionam, você certamente percebeu os riscos significativos das Opções Binárias, certo? Apesar de poder oferecer um retorno fixo alto em relação ao valor aportado, os riscos também são muito altos para o especulador.


Afinal, basta o mercado se comportar no sentido oposto ao previsto para todo o dinheiro aportado ser perdido. Por isso, muitas vezes as Opções Binárias ou de retorno fixo são conhecidas como uma espécie de aposta.


Por seu funcionamento peculiar, elas não são regulamentadas no Brasil. Isso significa que não é possível encontrar possibilidades de operar com Opções Binárias em instituições credenciadas no país. Nesse sentido, é importante diferenciá-las das opções — que são derivativos da bolsa de valores brasileira.


Mas, se não há regulamentação, como os brasileiros fazem operações em Opções Binárias, caso desejarem? Na verdade, é preciso abrir conta em uma instituição estrangeira que seja autorizada por seu país a oferecer a alternativa.


Assim, brasileiros que optam por abrir uma conta internacional estão se expondo a mais riscos, já que há o perigo de cair em golpes ou de ter problemas com a instituição.


Logo, as Opções Binárias são muito arriscadas não apenas por seu funcionamento, mas também por esse detalhe – essencial para quem busca por maior segurança ao investir.


Como especular de maneira regulamentada?


Como você viu, as Opções Binárias têm funcionamento bem diferente das alternativas regulamentadas na renda variável brasileira. Então, vale a pena considerar maneiras de especular com melhor manejo de risco – e de maneira legal.


Procurar sempre por investimentos e operações regulamentadas lhe oferece maior segurança — pois é possível contar com a fiscalização da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Por isso, uma alternativa para especuladores é realizar negociações na bolsa de valores.


Nela, é possível, por exemplo, especular com ações no mercado à vista — comprando e vendendo ativos para aproveitar oportunidades geradas pela volatilidade. Outra possibilidade é realizar operações com derivativos.


Alguns exemplos são os contratos futuros e as opções. Eles consistem, de modo geral, em contratos derivados de ativos que definem um preço para eles e uma data definida para finalização da operação.


Você só precisa ter conta em um banco de investimentos para operar com ativos ou derivativos. Então utilize a plataforma de renda variável do BTG Pactual digital para ter acesso ao mercado à vista ou ao mercado futuro.


Agora você já sabe o que são e como funcionam as Opções Binárias. Também viu que elas apresentam riscos significativamente mais altos e representam uma espécie de aposta “tudo ou nada”. Por isso, considere as alternativas mais seguras para especular!


Quer realizar negociações que podem lhe trazer lucros de curto prazo na bolsa? Abra sua conta no BTG Pactual digital para começar a especular!


Leia também:



O conteúdo disposto neste artigo foi originalmente publicado no blog do BTG Pactual Digital, sendo toda a responsabilidade, direitos autorais e crédito devido a seus autores.