Como criar uma estratégia financeira para realizar sonhos


Qual é o seu grande sonho? Um intercâmbio no exterior? Uma casa na praia? Um carro esportivo? Todos temos sonhos na vida. São eles que nos mantêm motivados para buscar uma vida melhor em meio às muitas obrigações do dia a dia.


No artigo de hoje falo sobre como realizar sonhos. Grandes sonhos.


Qual seria a melhor estratégia para realizá-los?


Grandes sonhos dificilmente são alcançados


Você que me acompanha ou é aluno do Curso Inteligência Financeira sabe que, sem planejamento, dificilmente alguém consegue realizar sonhos. É preciso um bom plano para realizá-los e técnica para que essas conquistas aconteçam com frequência crescente ao longo da vida.


Digamos que o seu sonho seja ter uma casa na praia para descansar e reunir a família e os amigos. Você faz os cálculos e descobre que, com muitos sacrifícios, conseguirá alcançar esse objetivo dentro de 10 longos anos.


Esse plano dará certo? Provavelmente não.


A experiência me mostra que planos que giram em torno de uma conquista que virá só daqui a muitos anos não funcionam. E é fácil entender o porquê.


Não existe nada mais importante na nossa vida do que a qualidade de vida presente. Sacrifícios são válidos, mas em curto prazo e com data para acabar. Renunciar por muito tempo o que torna nossos dias mais ricos é a chave para o fracasso.


Sacrificar a vida presente por algo muito distante leva ao aumento da ansiedade, à irregularidade no sono, à queda na produtividade, às crises nos relacionamentos. Com o tempo, é bastante provável que os planos que você via como cruciais para alcançar determinado objetivo sejam abandonados.


Afinal, como consequência da falta de qualidade de vida presente, de repente, você precisa administrar novos problemas que afetam diretamente o seu dia a dia.


Mas como mudar isso? Por meio de uma nova estratégia, que envolva menos sacrifícios e, ao mesmo tempo, que garanta motivação suficiente para seguir focado naquele objetivo.


A melhor solução para isso envolve os dois passos complementares a seguir:


Dois passos para realizar sonhos


O primeiro passo para realizar sonhos é reduzir seu esforço de poupança, garantindo alguma verba para aqueles gastos que geram um sentimento de recompensa e que alimentam sua necessidade de motivação.


Mas você pode perguntar: “Gustavo, ao poupar menos, eu levarei mais tempo para realizar sonhos. Isso também não pode me levar à frustração e, consequentemente, à desistência desses sonhos?”


Aqui entra o segundo passo, que é a resposta contra essa possibilidade: comece a criar objetivos intermediários, que estejam diretamente relacionados ao objetivo principal que você quer alcançar.


Um exemplo prático: já fazia um tempo que eu e a Adriana, minha esposa, sonhávamos em ter uma casa de veraneio, talvez um lugar para viver quando diminuíssemos nossa dedicação à rotina intensa das crianças.


Um lugar distante da loucura das grandes cidades, onde pudéssemos relaxar na natureza e apreciar experiências simples e verdadeiramente ricas com nossos filhos, com a família e com os amigos.


Mas durante muito tempo optamos por adiar esse projeto. Em vez de nos colocarmos em uma situação em que seríamos sufocados por um financiamento ineficiente, que afetaria diretamente nossas escolhas, nos concentramos em aumentar nossas reservas financeiras, e, ao mesmo tempo, canalizar a verba de lazer para um turismo ligado ao campo.


Tivemos dezenas de finais de semana em hotéis-fazenda e casas alugadas, dividindo aluguel com amigos.


Nesse tempo pudemos acumular recursos suficientes para, na hora certa, comprar à vista a casa de campo que temos hoje. Tivemos a chance de descobrir o que mais agradava às crianças, de conhecer mais a fundo o nosso projeto e de fazer crescer nossa motivação para realizá-lo.


Sempre comece com pequenos passos


Outro exemplo: vamos dizer que você sonha em fazer uma peregrinação pelo Caminho de Santiago de Compostela. Você deveria, antes disso, ir atrás de outras rotas de peregrinação mais próximas, aqui mesmo, no Brasil.


Se o seu sonho é escalar o Everest, você deveria começar a escalar pequenas montanhas em seus fins de semana. Dessa forma, você vai se preparar e se manter motivado para esse desafio.


Quem sonha em garantir uma boa faculdade privada para os filhos ou algum curso de pós-graduação no exterior, pode postergar esse sonho por alguns anos. Neste período, poderá investir em atividades extracurriculares, práticas esportivas e outros elementos de formação. Com esta atitude, poderá garantir bolsas de estudos ou até abrir oportunidades que dispensem uma faculdade de primeira linha.


Conclusão


Realizar sonhos não deve nunca ser resultado de privação. Muito pelo contrário, deve ser, sempre, o resultado de uma construção.


Quanto mais você se envolve com algo relacionado ao seu sonho, mais esse sonho faz parte da sua vida, mais conhecimento você ganha sobre ele, o que te permite aperfeiçoar suas pesquisas, seu planejamento e encontrar caminhos mais eficientes para realizá-lo.


Essa é a chave para o sucesso.



O conteúdo disposto neste artigo foi originalmente publicado no blog do BTG Pactual Digital, sendo toda a responsabilidade, direitos autorais e crédito devido a seus autores.