Advisors Day 2020: confira o que aconteceu no primeiro dia do evento


Nesta terça-feira, 20 de outubro, o BTG Pactual deu início à conferência Advisors Day 2020, com apresentação exclusiva do novo aplicativo “BTG Bankers”, disponível na Apple Store ou Google Play. O app é exclusivo para assessores vinculados à plataforma.


A intenção do aplicativo é conectar os assessores plugados ao banco com conteúdos de campanhas exclusivas para acelerar os negócios, capacitação pessoal e profissional para aprimorar soft skills, temas diversificados sobre esporte, tecnologia, viagens, livros, filmes e muito mais. Com isso, o aplicativo apresentará os conteúdos em diferentes formatos, como: vídeo, artigos e podcasts.


“Nos termos de capacitação e treinamento dentro do BTG Bankers, nos espelhamos em conteúdos ministrados em grandes universidades internacionais, nos especialistas de assessoria financeira globais e na alta experiência do time do BTG”, pontuou Victor Ferreira, Aceleração e Performance BTG Pactual.


“O BTG Bankers explora vários soft skills; ou seja, conversa com qualquer perfil de cliente através de conteúdos exclusivos. Acreditamos que o aplicativo deixará os assessores ainda mais preparados para desenvolver todas as atividades do dia a dia e ir além.” Relatou Vinicius Bello, Aceleração e Performance BTG Pactual.


Abertura: Cenário Macroeconômico


Marcelo Flora, sócio e responsável pelo BTG Pactual digital entrevista André Esteves, sócio-sênior BTG Pactual sobre vários assuntos que permeiam o cenário econômico mundial e nacional.


EUA x China


Com eleições americanas se aproximando, o que determina muito o futuro da relação entre Estados Unidos e China, André Esteves comparou dois cenários: a permanência do atual presidente Donald Trump ou vitória de Joe Biden.


“Acho que a eleição de Biden significa um mundo novamente andando na direção multilateral. Donald Trump foi inimigo do multilateralismo. Trouxe o ‘American first’, em prejuízo do mundo e dos Estados Unidos. No fundo, joga contra a própria América. Uma eleição democrata significa a volta ao multilateralismo. Bom para o mundo, inclusive para o Brasil”, diz Esteves.


Além disso, o sócio-sênior do BTG Pactual aposta que o Brasil não será “penalizado” comercialmente caso Biden ganhe as eleições americanas, isso porque a política americana é pragmática. “O Brasil é um player relevante e tem histórico com os EUA. Pouca coisa vai mudar”, assegurou.


Reformas no Brasil


Marcelo Flora abordou perguntas sobre agenda de reformas do governo para o executivo do BTG Pactual, que mencionou detalhes sobre a reforma trabalhista.


“O nosso país está em um bom caminho. Tivemos avanços em reformas ano passado e também uma agenda boa de reformas pela frente, como a administrativa. A reforma tributária, que eu prefiro chamar de simplificação tributária, não é feita para aumentar ou diminuir arrecadações, mas sim para simplificar o sistema ao tornar a vida de todos mais simples no âmbito tributário”, relatou.


Ainda sobre o tema, André Esteves disse que vê com bons olhos o que rotulou de “micro” reformas”, e que algumas precisam ser votadas ainda neste ano, como a lei do gás, de falência aprovada entre outras.


Novos rumos para o BTG Pactual


André Esteves falou sobre o crescimento do BTG Pactual, que se adaptou às novas exigências do mercado, como, por exemplo, a entrada no varejo.


“Estamos aprendendo a atuar no varejo. Nascemos como banco de investimento, mas tem sido uma alegria servir o consumidor final de uma maneira mais direta”. Além disso, “é uma enorme oportunidade entregar serviços diferenciados. Estamos refletindo 12 horas por dia em como o BTG Pactual pode oferecer mais qualidade, simplicidade, transparência e preço justo para o consumidor. A possibilidade de educar financeiramente; transformar para que ele tenha produtos bancários simples e baratos, é gratificante. Isso é democratizar”, finaliza André Esteves.


Painel: Negocie como se sua vida dependesse disso!


Daniel Cunha, diretor de Equity e ETD Sales do BTG Pactual entrevistou Chris Voss, fundador do The Black Swan Group e ex-negociador do FBI, que apresentou importantes cases do universo do sequestro internacional.


Selecionamos algumas frases impactantes do autor:


“Quando você negocia, você precisa sentir confiança no que faz. Se estiver com pressa ou rápido demais nos argumentos, o cliente pode sentir que não estão sendo ouvido”.


“A negociação não é um ato de batalha, mas sim um processo de descoberta. O objetivo é descobrir o máximo de informações possíveis”.


“Quando as pessoas têm um estado de espírito positivo, elas pensam mais rapidamente e são mais propensas a colaborar e resolver problemas, em vez de lutar e resistir. Sorriso no rosto e na voz aumentará sua agilidade mental”.


“Empregamos nossa empatia tática reconhecendo e verbalizando emoções previsíveis na situação de um sequestro. Identificamos os sentimentos do sequestrador ao repetir suas emoções de volta para ele – isso funciona”.


Parte das frases do Chris Voss estão no best-seller: “Negocie como se sua vida dependesse disso”.



O conteúdo disposto neste artigo foi originalmente publicado no blog do BTG Pactual Digital, sendo toda a responsabilidade, direitos autorais e crédito devido a seus autores.